fbpx

3 desafios do inventário e como superá-los com tecnologia RFID

desafios do inventário

3 desafios do inventário e como superá-los com tecnologia RFID

Cuidar de todos os volumes e produtos armazenados é um trabalho complexo e profissionais encarregados de desenvolver o inventário sofrem as consequências de não conseguir gerir o estoque. Contagens erradas, perda ou furto de produtos e prazos de validade são problemas comuns que acarretam prejuízos financeiros. O que fazer para superar os principais desafios do inventário? A Agrotopus responde.

 

Primeiro, pense no nível de acerto do seu inventário até hoje. Sabe-se que é comum em diferentes mercados alta divergência neste processo. Mas o que, de fato, torna o inventário um processo tão delicado? Vamos aos 3 principais desafios:

 

Erro humano

 

Apesar de o investimento em profissionais qualificados ser indispensável, algumas tarefas podem ser otimizadas e mais eficazes quando desempenhadas de forma automática.

 

Principalmente quando se trata da gestão de informações estratégicas, contar com processos manuais é um alto risco. Profissionais têm diferentes abordagens nas execuções e podem tomar liberdades de despadronizar alguns processos.

 

Isso acaba tornando as rotinas de inventário frágeis e suscetíveis ao erro humano. Erros de digitação podem comprometer o inventário e até mesmo uma distração durante a contagem. O prejuízo pode aparecer tanto na perda de tempo, com a necessidade de recontagens, quanto na perda de itens de valor, causando a perda de capital já investido e até complicando algumas conformidades com o Fisco.

 

Separação e identificação de itens

 

Podem-se perder oportunidades e fragilizar parcerias a partir de um erro de separação. Qualquer deslize no processo de separação para saída de itens poderá comprometer o inventário e todas as etapas seguintes da operação do seu negócio.

 

A demora na localização de itens também é um empecilho à dinâmica do inventário, tornando o processo demorado e pouco preciso. Da mesma forma que a separação precisa ser estratégica e exata, a categorização de itens também se faz necessária para a otimização do processo e para garantir itens sejam localizados de forma ágil.

 

A demora e a falta de precisão comprometem tanto a parte logística quanto o seu potencial de atendimento ao cliente, em alguns casos.

 

Divergências: uma crise à vista

 

Quem trabalha no desenvolvimento de inventário sabe que as divergências entre dados registrados e a realidade de contagem e de posicionamento no galpão são muito comuns.

 

Dependendo do tamanho da sua operação, encontrar onde está a divergência pode ser um grande desafio. Muitas movimentações de estoque ou o próprio registro de entrada e saída de itens não produzem dados reais e de fácil acesso, dificultando ainda mais a identificação da origem das divergências encontradas no inventário.

 

Tecnologia RFID

 

A Agrotopus encontrou nas etiquetas RFID, que usam tecnologia de radiofrequência, uma maneira eficaz de controlar todas as etapas do armazenamento.

 

Com o Armazém Inteligente é possível automatizar todas as etapas:

 

– identificação de entrada;

– organização do posicionamento dos itens estocados;

– registrar toda movimentação de forma automática;

– acessar um mapa real do armazém;

– analisar e extrair dados estratégicos de qualquer lugar, a qualquer hora.

 

Toda a dinâmica é automatizada, eliminando as inconsistências causadas pelo erro humano, tornando a separação e a identificação de itens um processo ágil e intuitivo, além de reduzir as chances de divergências e otimizar a detecção das mesmas.

 

Vamos superar os desafios de realizar um inventário? Fale com a Agrotopus: comercial@agrotopus.com.br | (41) 99134-9240.